Pular para o conteúdo principal

Justiça,Cega,Muda,Surda e incompetente



A Justiça,cega,muda,surda,incompetente e burra
por Jayson Clovis Fauth
O Inicio
Estava eu a conversar com meu amigo Chico em frente a casa dele quando uma Van passou e parou distante uns 30 mts e um louco começou a gritar impropérios e fazer ameaças, perguntei:- Chico quem é este ? resposta: é o Plinio que vive com minha ex mulher, tornou se meu desafeto por problemas entre mim e ela.
Reconheci o sujeito e disse para o mesmo em gestos e palavras:
- fica frio, deixa pra depois , nós estamos conversando, vai embora numa boa.
o tal disse mais umas besteira e foi embora, então Chico me contou as peripécias vividas, e as ignorancias do tal sujeito, falei pro Chico:- putz! arrumei pra minha cabeça,que boca maldita a minha!
Passados alguns dias , fui no “sacolão” comprar verduras, passei em frente a casa do tal Plinio, que mora na mesma rua que eu, estavam a conversar no jardim ele, o filho e uma outra pessoa, cumprimentei, bah ! não deu outra fui interpelado:- “pera” ai cara quero falar contigo, parei e pensei, vai explicar aquele fiasco e pedir desculpas. Que nada veio tirando satisfações pelo que falei e pelos gestos que fiz, ai expliquei dizendo: estava na rua conversando com um amigo, parou um carro um louco põe a cabeça pra fora e começa a gritar, palavrões e ameaças, eu perguntei ao amigo se era conosco isso ele confirmou identificado o tal sujeito, então expliquei os gestos e as palavras”:- fica frio, deixa pra depois , nós estamos conversando, vai embora numa boa.” Ai o imbecil começou a me afrontar e desrespeitar com palavras,dei 2 passos e sua direção e disse ,” para com isso cara qual é a tua” de forma firme e rude; ele correu em direção ao portão da casa, o filho vendo isso perguntou:- e ai pai o que ta acontecendo? e saiu pra rua, parando ao lado, um passo atras de mim à 2 metros de distancia; o Plinio, pensem num cara valente! cresceu pra cima de mim vendo filho ao lado, e me disse:- “vou dar na tua cara”; eu que não corro nem de onça pensei” putz é hoje que levo uma coça”, apalpei minha bolsa de feira pra ver se estava ali uma faca que carrego comigo depois que fui ameaçado por marginais do nosso bairro que faziam bagunça a vontade, la estava; vendo meu gesto o valente me disse :-puxa esta merda! ai eu respondi calmamente: -o cara vou te mostrar uma coisa, tirei a faca da bolsa, tirei da bainha empunhei de forma defensiva com fio virado pra tras e braço largado ao longo do corpo, com a lamina encostada no meu pulso, ninguem via a faca na minha mão, e falei;olha voces não vão me bater, vou acabar cortando a cara dos dois, me larguem de mão e vão caçar macho em outro lugar pois isso de atacar homem na rua é coisa de puto, vão achar de morrer na mão de rico,pois pra pobre da cadeia.
Esta palhaçada se estendeu por muitos minutos, o filho caminhava pra ficar atras de mim e eu de olho nos dois recuava pra acompanhar os passos dele, o pai bailava na minha frente com os punhos fechados, corpo meio agachado e dizia,” larga na mão cara”, mas não entrava no raio de ação,isso se estendeu por duas quadras, ate que defronte o salão de esportes da paroquia local,onde tinha um carro estacionado eu cai sentado sobre o capo do mesmo, putz que susto, ai coloquei o carro entre mim e o filho, e o louco disse, vou pegar um pau ou uma pedra,saiu a correr tipo doido, e nada achou veio pra cima de mim de novo, empunhei a faca de forma agressiva e ia desferir lhe um golpe quando o filho que viu que o pai ia se dar mal, gritou:”parou,parou”estendendo a mão, eu parei, pois não estava a fim de encrenca com a lei, falei: “pega este teu pai doido e leva pra casa antes que de merda, e me larguem de mão”! Chegou uma mulher, não sei quem era, chamou o tal Plinio a razão, ele falou mais besteiras, findou ai o entrevero, restando a vergonha do triste espetaculo e a sensação que poderia ter ferido serio aquele “xarope”, inclusive sendo preso.Fui embora, tremia de excitação, misto de raiva e adrenalina pura,inacreditavel quase fui agredido de graça, pensava! Fui fazer minhas compras, pra descarregar adrenalina contava o acontecido aos conhecidos que encontrava, passei na casa do Chico, fiz o relato do acontecido, ele incredulo falou, te cuida este cara é maluco!Sim passei a me cuidar. Mas, um dia a gente relaxa, comigo não foi diferente,faço manutenção de equipamentos de informatica, no dia 20 dezembro de 2011, meu vizinho da frente, o Fabio, disse que o notebook dele tava com problemas, não acessava o wi-fi, traz o note pra minha casa sentamos na minha oficina la por 14 hora, descoberto rapidamente o problema, ele pediu pra mim formatar o note, ai ficamos ate 17 hs fazendo isso, terminado ele foi pra casa, e eu resolvi buscar gasolina pra minha Chevy, pois minha esposa, professora, estava em conselho de classe e pediu que a buscasse ao findar a reunião,com preguiça de tirar a Chevy da garagem pra abastecer, com vontade de dar uma caminhada, peguei uma bambona fui ate o posto de gasolina,pertinho de casa,”bati um papo furado” no posto e voltava pra casa, quando ao atravessar a r.São Paulo, na esquina da igreja, pressenti um veiculo vindo em minha direção, rente ao meio fio, então ouvi os gritos :- “ai cara agora tu vai ver, vou te cortar”, era o Plinio, mostrou um facão, eu atravessei a rua Amazonas na direção da igreja pra me distanciar do imbecil, tinha um cano com uma placa de velocidade caido no chão, peguei, e quando ele fez menção de descer da van , uma towner, eu coloquei o cano com a placa na porta pra impedir, e falei:-”para com isso me larga de mão, vai morrer na mão de rico, xarope”, ele assustado, inclinou se para tras; ao lado dele no banco do carona estava uma mulher, eu tirei a placa da porta, peguei minha bambona de gasolina e fui caminhando em direção da minha casa;em frente ao sitio Passargada, um amigo passou por mim com sua Sprinter , mexeu comigo, e fiz um muxoxo qualquer e continuei a caminhar carregando a placa e a bambona de com 10 litros de gasolina,não atinei de pedir pra me levar em casa, teria evitado o que aconteceu após .Ouvi uma barulho de carro dando ré, virei e olhei, era o safado furioso, entrou de ré na rua do colegio Neopolis, manobrou em direção para qual eu caminhava, parou em frente a casa dele, a mulher desceu, entrou correndo na casa, o “louco”dirigiu a van contra mim , em defesa virei o cano da placa na direção dele, desistiu da ideia de me atingir com a van, passou e parou, continuei a caminhar, ao emparelhar com a van , escutei ele no celular chamando a brigada,"o cretino avança nas pessoas e chama a policia”;
ouvi ruido de portão, olhei pra trás, vi o filho,Jonas, vindo correndo,falei pro rapaz-”:pega este teu pai maluco e leva pra casa”. O louco viu pelo retrovisor o filho chegando, desceu da van com facão em punho; eu me defendia dele esgrimindo com o cano da placa, ele batia com o facão no mesmo, falava palavras agressivas, descontrolado, só faltava espumar!
a bambona, com 10 litros de gasolina, estava quase na esquina da barberia do Jorge, larguei pra manusear o cano da placa, quer tinha uns 2 metros e meio, ai ele correu pra ela, e começou a bater com facão nela, eu gritei :- “sai dai xarope,” e fui até la e peguei, ao virar vi ele com meia pedra de alicerce nas mãos erguidas acima da cabeça , gritei novamente :-"para com esta merda cara”, ele jogou a pedra.......! vim a mim com sangue escorrendo pela nuca, vi um carro branco no meio da rua um rapaz com celular na orelha falando, o filho dele me olhando, eu aturdido tipo cão atropelado, peguei a bambona e fui caminhando pra casa,um vizinho me viu e perguntou, que foi!respondi:-”levei uma pedrada!” e me acompanhou ate em casa , entrei lavei a cabeça com agua , meus cães ficaram agitados com cheiro de sangue, peguei um gelo no refrigerador, uma cadeira e sentei na area da frente esperando o SAMU, que tinha sido chamado, ai chegaram entrei na viatura deitei e apaguei.Um tempo depois, não sei quanto, acordei amarrado em uma maca, sem visão periferica, enxergando com se estivesse espiando por um tubo fino, perguntei por que estou amarrado, uma voz feminina respondeu:'-pro senhor não bater em nós”, respondi:- “eu nãoquero bater em ninguem”, ela retrucou:- “foram preciso 6 homens pra lhe conter, por isso esta amarrado”, pedi pra soltar e soltaram, disse que eu estava na emergencia do hospital, que me levariam pra suturar o corte feito pela pedra, ao movimento da maca senti nauseas, falei vou vomitar e fiz, sujei os pes de quem estava em volta, pedi desculpas e desmaiei de novo, ouvi uma voz me dizendo- “vai sentir uma picadinha”, respondi -“odeio agulhas” e apaguei de novo, acordei com o medico mandando pra tomografia, a maca se moveu e apaguei, acordei no tomógrafo,putz! Era muito frio, os operadores diziam não se mova, eu tremia e dizia “que frio, to com muito frio”,ai ouvi alguém falar, depressa vamos perder ele!Fiz um esforço pra conter a tremura e ouvia o barulho do tomografo, e falaram pronto terminou, um cobertor foi posto sobre mim, apaguei de novo!
Acordei ouvindo minha esposa a perguntar:-”e ai como tu ta?”Que sede terrivel, me deram um flaconete de soro, bebe devagar,que nada, bebi avidamente, um medico falou: seu Jayson vamos ter que operar, o cirurgião esta no hospital, falei se tem que operar vamos nessa doutor,a maca se moveu e vi a entrada do bloco cirurgico bem distante, falei pra minha mulher:- ate a próxima! ela me xingou e deu tchau.Dai em diante ainda ouvi uma pessoa dizer é só uma picadinha, e nada mais!Acordei na recuperação pós operação, novamente a sede terrível, mas não podia beber agua por algum tempo, ate que me deram algo para beber, dormi ou desmaiei,acordei no quarto , 3 dias no hospital,deram alta na 6ªfeira.
Recomendações: 3 meses de repouso absoluto. No sábado sai pra calçada pra conversar com a gurizada que veio me visitar, o maluco veio me provocar, rir da minha cara,eu tremia “mas guentei no osso”!
A Delegacia
Minha esposa tinha ido na delegacia fazer ocorrencia,mandaram ela pra casa que isso a dar em nada; ai então então em 28\12\2011 fui registrar a ocorrencia de lesão corporal, o registro foi feito, recebi a copia do BO e constatei, endereços da vitima e do agressor foram registrados errados, retornei da porta ate o guiche e falei que tava errado dei o endereço certo,Rua Amazonas na VILA NEOPOLIS. o atendente disse que iria corrigir a caneta e assim o fez, fui embora de posse de um pedido de exame de lesão corporal, no dia 30\12\2011, dia de meu aniversario de 61 anos, fuia ao IGP e fiz o mesmo,passados uns dias voltei a Delegacia, agora na Secretaria, pra saber do andamento da denuncia, fui informado que teria que ir pela manhã falar com a pessoa do cartorio em que estava o processo, fiz isso falei com uma linda funcionaria, muito solicita, refiz o aviso que o endereço era o que estava a caneta, Rua Amazonas VILA neopolis, e que os nºs estavam corretos ,xxx e xxx,o agressor ja tinha BO, pois saiu automaticamente a filiação dele na ocorrencia; pedi a atendente que desse andamento mais rapido possivel, o que ela me afirmou que o faria, agradeci e sai.

No Ministerio Público
Ao sair da Delegacia resolvi ir ao MP. la chegando procurei atendimento, e fui prontamente atendido, quem me atendeu me pareceu conhecido, contei a historia toda,inclusive o fato dos endereços, e foi lavrado um termo de atendimento o qual não requeri copia, foi um lapso, mas identifiquei o atendente, um estagiario de direito, que tinha sido aluno de teclado em minha escola de musica por volta de seus 11 anos,um garoto muito esperto na epoca,Luquinha, hoje advogado.


No Forum e no MP

Bem isso foi em Fevereiro de 2012, fiquei esperando receber a intimação pra audiencia inicial,nada aconteceu, no fim de 2012 fiquei incomodado com a total ausencia de manifestação da JUSTIÇA,em 14\12\2012 fui ao Forum saber o q estava acontecendo, surpresa!!!!!!!!!! o processo estava no cartório para intimar o MP da sentença, sentenciado 1 réu do total de um
Fui ao MP,fazer perguntas o atendente abriu uma pagina e ficou estranho,disse que não tinha informação, pra voltar ao Forum e ir na 2ªvara criminal, fiz isso apresentei o documento a atendente que me disse pra procurar a defensoria pra receber explicação, fui ate a defensoria,porta fechada bati e abri,tinha uma moça sentada la, e falei com ela que me informou que os termos indicavam que o processo estava encaminhdo pra arquivamento,putz! Voltei ao MP, e reclamei, ligaram pra o gabinete de um promotor relataram o fato, e marcaram pra falar com Drª Promotora na 3ª feira pela manhã,era 6ªfeira!
Em casa de posse do nº do processo acessei o site do tribunal justiça rs,que vergonha!!!!!!!! A Juiza marcou audiencia e mandou intimar as partes , os oficias de justiça não acharam o endereço;no processo consta um documento enviado pelo então promotor com os endereços em negrito, novamente marcada nova audiencia e novamente os oficias de justiça não acharam o endereço.Sendo que em Gravatai tem 3 ruas Amazonas, mas se colocar (Amazonas XXX, gravatai-rs) no google maps, abre na frente da mina casa . e da pra ver ate 2 cães meus sentados no portão.
Na terça feira 18\12\2012, acordei cedo, tomei cafe, e peguei o onibus das 8hs, cheguei no MP, me apresentei,mandaram sentar e aguardar, la pelas 9hs fui chamado e levado a presnça da promotora, simpática,prolixa, e”de faca na bota”, conversamos, vi no processo que o promotor anterior tinha informado o endereço correto, e que não constava no processo o exame de lesões corporais, pedi pra Drª requerer o mesmo, coisa que ela me informou ja ter feito, e tambem verificar no sistema unificado o numero de BOs que o agressor possui. Foi redigido um documento informado a Juiza dos fatos ocorridos; ate hoje 31\01\2013 não recebi nada, ao verificar no site do TJrs vi que o processo consta como concluso, e mudou o motivo que antes era “Sem justa causa” pra lesão corporal leve.Isto é inaceitavel, um processo ser concluido sem audiencias, nem ouvir as partes; sem falar na tal lesão corporal leve, então o cara quase me deixa incapacitado, segundo o medico por alguns centimetros, e não sofre nem uma punição.
O que sera uma lesão corporal media ou grave, MATAR?
Porque isso acontece?
Descaso, incompetencia,onipotencia?






'via Blog this'

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VENCI A PARVOVIROSE

Este é em homenagem a 3 anjinhos que a Parvovirose levou, Branquinha, Pretinha e Lindinha.Mas a FOGUINHA EU SALVEI,  hoje rebatisada ela é “XENA a cadela guerreira”, esta bichinha teve dois comas e voltou;olho pra ela lepida faceira, fico com olhos mareados pela saudade das outras 3,achei tarde a cura pra esta maldita doença, que atingiu as minhas meninas de 4 patas,todas com 2 meses e meio,as quais eu doei e os infelizes não vacinaram e me devolveram doentes ;ai vai a formula da cura, nada de milagre, só dedicação e carinho. A parvovirose provoca vomitos e diarreia,desidratando, e desnutrindo,dando vez a infecções oportunistas, e outras coisas muito mais severas, ai vai como resolver facinho. Desidaratação:Hidratação subcutanea com soro Ringer lactato, cada aplicação de 20 ml, 3x ao dia,faz uma bola mas é só massagear levemente que dissolve sob o couro e hidrata instantaneamente, apliquem as doses de remedios junto com soro sempre completando a seringa com o mesmo. O PULO do GATO ,…

TEXTO SENSACIONAL-FINADO LULA

Finado Lula “Nunca entre num lugar de onde tão poucos conseguiram sair”, alertou Adam Smith. “A consciência tranquila ri-se das mentiras da fama”, cravou o romano Ovídio. “Corrupção é o bom negócio para o qual não me chamaram”, ensinou o Barão de Itararé.
E na contramão de todos está alguém que abriu mão de si mesmo pelo poder. Lula construiu uma história de vida capaz de arrastar emoções e o levar à presidência. Agora, de modo desprezível, o mesmo Lula destrói-se por completo.
Não é preciso resgatar o tríplex, o sítio ou os R$ 30 milhões em “palestras” para atestar a derrocada do ex-presidente. Basta tão somente reparar a figura pitoresca na qual Lula se tornou.
O operário milionário sempre esbanjou o apoio popular e tomou para si o mérito de salvar o país da miséria. Contudo, junto disso, entregou-se aos afetos das maiores empreiteiras, não viu mal em lotear a máquina pública, nem constrangeu-se em liderar uma verdadeira organização criminosa.
Sem hesitar, brincou com os sonhos do povo…

A SEIVA DO AVELÒZ CURA - - LEIAM PESQUISA

1
LEVANTAMENTO SOBRE AS PROPRIEDADES 
TERAPÊUTICAS DE AVELOZ Euphorbia tirucalli LINNAEUS 1753
(MALPIGHIALES: EUPHORBIACEAE)

SURVEY ABOUT TERAPEUTIC FUNCTION
OF AVELOZ Euphorbia tirucalli LINNAEUS 1753 (MALPIGHIALES:
EUPHORBIACEAE

1SINOKI, L.A.; 2 LIMA, T.C.B.C.; 3COSTA, I.B.; 4FRANCISCO, O.

1 , 2e 4Curso de Farmácia –Faculdades Integradas de Ourinhos-FIO/FEMM 
3 Departamento de Medicina Veterinária –Faculdades Integradas de Ourinhos-FIO/FEMM 



 RESUMO

A avelóz Euphorbia tirucalli é uma planta de origem Africana encontrada no  Brasil, de conhecimento
popular  utilizada  no tratamento  de doenças devido suas  propriedades  medicinais, utilizada de  forma
diferenciada,  possuindo  atividades  molusquicida, anti-reumática,  apresentando  foco  principal  no
tratamento  do  câncer, sendo também eficaz na destruição de verrugas entre outros,  através do
isolamento  do  látex  retirado da planta para controlar  sua  toxicidade.  Com  o  objetivo  de levantar
dados  em  artigos  relacionados…